quando o metaverso vai começar
quando o metaverso vai começar

Quando o Metaverso vai começar? Conheça as principais previsões

Metaverso em filmes, livros, reportagens, vídeos na internet. Ultimamente, o assunto ficou mais falado do que nunca. Mas o Metaverso vai começar quando?

Foi Neal Stephenson, escritor de ficção especulativa, que, em 1992, tratou sobre o Metaverso pela primeira vez.

E ele, inclusive, é creditado por cunhar a expressão.

Isso tudo aconteceu em seu livro chamado Snow Crash.

Na obra de ficção, o autor pensou em vários avatares realistas que conseguiam, além de se encontrar em edifícios 3D, também de se encontrar em outros ambientes de realidade virtual.

E então a ideia estava no mundo.

O Metaverso não era real, mas a possibilidade de que pudesse existir em algum momento da história da humanidade era incrível, inovadora e revolucionária.

E continua sendo.

A partir disso, diversos avanços tecnológicos ao longo dos anos começaram a colaborar com a possibilidade de um Metaverso acontecer de verdade.

Curioso para saber mais e quando o Metaverso vai começar?

Primeiro, vamos esclarecer:

O que é Metaverso?

É uma realidade virtual que tenta replicar — por meio de dispositivos digitais — a realidade em que vivemos.

Para que seja possível, o Metaverso combina diversas tecnologias, como:

  • realidade virtual;
  • realidade aumentada;
  • internet;
  • conexão 5G;
  • processadores super potentes;
  • inteligência artificial;
  • machine learning também conhecido como Aprendizado de Máquina — é através dessa tecnologia que computadores tem a capacidade de aprender com base nas respostas esperadas ao fazer associações de diferentes dados;
  • disponibilidade e ampliação do Cloud Computing.

É provável também que ocorra uma integração do Metaverso com outras tecnologias como, por exemplo, a tecnologia blockchain.

Um dos produtos da tecnlogia blockchain é o NFT e os Tokens Sociais. Com o NFT é possível criar avatares únicos que serão usados no Metaverso.

Já os Tokens Sociais poderão funcionar como vouchers que conferirão acesso a privilégios exclusivos no Metaverso.

Ah, e além de ser uma réplica da nossa realidade, o Metaverso é uma realidade coletiva e compartilhada.

Mas o que isso quer dizer na prática, na vida real?

Quer dizer que, quando o Metaverso começar, você entrará na realidade virtual e poderá fazer diversas coisas sem precisar sair de casa. Por exemplo:

  • Passear virtualmente por um shopping. Você verá os produtos em 3D nas vitrines, será atendido por uma representação holográfica de um funcionário e, se quiser saber se determinada roupa ficará bem em você, conseguirá ver como ficará vestido.
  • Participar de conferências.
  • Fazer viagens ao redor do mundo.
  • Participar de shows.
  • Graças à tecnologia com os implantes neurais, você poderá desencadear ações apenas usando os pensamentos.
  • Com o uso de óculos especiais, roupas inteligentes, sensores e equipamentos táteis, você poderá vivenciar situações do mundo real dentro da realidade virtual com enorme veracidade. Como reviver uma viagem que se fez para as maravilhosas piscinas naturais nos lençóis maranhenses ou para as cataratas do Iguaçu.

Executivos de empresas relacionadas ao Metaverso afirmam que será possível acessar a realidade virtual e explorar réplicas do mundo real (seja do passado ou do presente). E tudo isso será em 3D ultrarealista.

O executivo da Nvidia, Richard Kerris, menciona o exemplo de estudantes que poderiam visitar por meio do Metaverso a Roma Antiga.

Dessa forma, conseguiriam olhar todos os cantos do Coliseu ou mesmo fazer perguntas para um gladiador virtual equipado com inteligência artificial.

Quando o Metaverso vai começar?

Bem, muitos recursos tecnológicos necessários para essa inovação já existem hoje (fones de ouvido de realidade virtual e velocidades de banda larga extremamente rápidas, por exemplo), mas quando o Metaverso vai começar de fato?

Com base no que Mark Zuckerberg, CEO da Meta (antes chamada de Facebook), é estimado que os recursos do Metaverso fiquem populares daqui a 5, 10 anos.

De qualquer forma, o Metaverso está, aos poucos, acontecendo, o que nos leva ao próximo tópico:

O que já está acontecendo atualmente que pode vir a ser o Metaverso de amanhã?

Meta (anteriormente Facebook)

A Meta já começou seus investimentos em realidade virtual.

Em 2014, fez aquisição da Oculus, líder em tecnologia de realidade imersiva, e prevê um mundo virtual onde avatares digitais usarão fones de ouvido VR para se conectar ao trabalho ou fazer viagens.

Mark Zuckerberg acredita que o futuro da internet é que ela seja mais imersiva, onde você tem uma experiência o mais real possível dentro de uma realidade virtual.

Microsoft

Na plataforma Microsoft Mesh, existe a combinação do mundo real com a realidade aumentada e a realidade virtual. Além disso, a empresa já usa hologramas.

Em breve, pretende criar espaços virtuais 3D de varejo e locais de trabalho onde será possível explorá-los.

Além disso, o exército dos EUA está treinando atualmente com um headset de realidade aumentada.

Epic Games

Segundo o CEO da Epic Games, Tim Sweeney, a empresa já está investindo na criação do metaverso.

Além disso, está desenvolvendo humanos digitais fotorrealistas graças ao MetaHuman Creator, app por meio do qual você consegue criar personagens realistas em poucos minutos.

Roblox

A plataforma de jogos também já começou seus investimentos no Metaverso.

Ela se uniu à Vans, fabricante americana de vestuário e calçados, para criar a Vans World, um parque de skate virtual.

Com ele, os jogadores podem experimentar e comprar roupas e acessórios para a representação do seu eu digital.

Metaverso: inovador, mas ainda faltam recursos.

Apesar dos avanços, saber quando o Metaverso vai começar de fato ainda é incerto.

Claro, está mais perto do que longe, isso graças a velocidade no desenvolvimento e aprimoramento de tecnologias, mas ainda precisaremos esperar por mais um tempo.

De acordo com os especialistas, o Metaverso vai começar quando:

  • houver maior poder de computação;
  • gráficos de alta qualidade;
  • estrutura universal com a qual as pessoas poderão se locomover — sem complicações — de um local para outro do Metaverso;
  • ferramentas de programação fáceis de usar para que as pessoas possam criar seus próprios domínios e experiências virtuais.

O que estamos dizendo é que a resposta para quando o Metaverso vai começar ainda depende de muitas questões.

É necessário mais avanços para que o Metaverso decole de uma vez por todas.

Quando o Metaverso vai começar? Bem…

Como falamos, o Metaverso ainda não é uma realidade completa, mas caminha para isso. No entanto, ainda é necessário pensar na prevenção de alguns problemas.

Por exemplo, uma vez imersos em uma realidade virtual atraente, maravilhosa e cheia de possibilidades, os usuários podem acabar negligenciando suas vidas no mundo real e desenvolvendo problemas mentais.

Além disso, também há as questões de privacidade e segurança.

Porém, ainda é incerto afirmar com clareza quando o Metaverso vai começar, embora os avanços tecnológicos continuem e que essa revolução na forma como usaremos a internet esteja bem próxima.

Você curtiu?