Cara, não seja mais desvalorizado no seu trabalho!

por Elissandro Dias

Uma história de alguém desvalorizado no trabalho que talvez você se identifique.

Um dia desses qualquer, um amigo me contava que se sentia desvalorizado no seu trabalho. Havia sido o último a ser contratado pela empresa, porém, já estava a bastante tempo nela sem qualquer mudança.

Sua angustia era o fato dos seus colegas ganharem mais e serem considerados profissionais melhores do que ele.

E era este o problema, pois não eram. Seu trabalho apresentava resultados melhores do que todos os colegas, inclusive do seu chefe, e isso lhe causava o sentimento de desvalorização no trabalho.

Neste contexto, ele esperava da empresa duas coisas: um aumento de salário e mais reconhecimento pelo seu trabalho. Porém, isso parecia que não iria acontecer.

Mas, nem tudo estava ruim, pois ele tinha recebido uma proposta que se apresentava muito mais vantajosa. Nesta proposta, ele não só ganharia mais, como teria um cenário mais favorável para ter seus resultados reconhecidos. Desse modo, não iria se sentir mais desvalorizado no trabalho.

No entanto, embora a outra proposta fosse melhor, temia o novo e sentia mais segurança em continuar onde não era valorizado, mas já estava habituado à enfrentar um novo cenário.

Por fim, ele apresentou a proposta a seu chefe, que fez pouco caso, e não fez qualquer tipo de contraproposta. Então, ele deixou a empresa e foi trabalhar na concorrente, onde passou a se sentir mais valorizado e seu trabalho reconhecido.

Você se identificou com essa história? E quantos não se sentem assim?

Em casos assim, é natural sentir receio de deixar tudo e partir para o novo. Todos temem mudanças, isso é normal, mas é um erro ser refém desse medo.

A melhor maneira de tomar uma decisão em uma situação assim é pensar no futuro, nos próximos 5 anos, onde você deseja estar? As coisas podem ou vão melhorar?

Se a resposta é NÃO, então, a única forma de não se sentir mais desvalorizado no trabalho é encarar o novo.

E quando eu não quero deixar o meu trabalho, como ser valorizado?

Um ponto importante é que não é possível se sentir desvalorizado quando você, de fato, não apresenta valor para a empresa. Logo, quando existe o sentimento de não reconhecimento do seu trabalho, isso acontece porque seus esforços são ignorados pela empresa e, talvez, até pelos colegas.

Neste sentido, existe apenas uma opção eficaz! Conquistar uma oferta melhor de outra empresa, de preferência, e se possível, da concorrente.

Mostre que alguém enxerga valor no seu trabalho.

A gestão muitas vezes está tão focada nas decisões estratégicas que envolvem a alta cúpula que não percebe ou entende que o sucesso da organização está no seu time.

Assim, quando um membro, até então não notado, leva uma oferta melhor de trabalho para a gestão, tal ação costuma causar um impacto na gestão, uma vez que, diante de uma situação assim, eles passam a perceber o quanto seus esforços tem trazido resultados importantes.

Além disso, seus colegas e outros também começam a refletir sobre como você é importante para o time da empresa, e todos percebem que tal situação surgiu porque você não foi valorizado no trabalho.

Mas, e quando a dúvida é, está ou não na hora de sair do trabalho?

Neste caso não há dúvida, pois em uma situação assim, em que você prolonga a decisão, só se prejudicará profissionalmente.

Em termos de carreira profissional, quando você não se sente valorizado no trabalho, o ideal é realmente sair, pois tudo indica que a cultura da empresa é de não reconhecer/valorizar o trabalho do time.

Dificilmente empresas assim mudam sua cultura e quanto mais tempo ficar, mais prolongará sua frustração e poderá se prejudicar, pois não se sentirá mais motivado a empenhar esforços.

Sou Servidor Público e me sinto desvalorizado no trabalho, é possível ser reconhecido?

No serviço público a competência, infelizmente, é um fator ignorado, pois quase tudo é uma questão de política e influência.

Não aconselharia uma conversa com a gestão, pois no final das contas, apesar de concordarem com sua visão estratégica organizacional, eles sabem que a influência e a política é o que sustenta e dá manutenção na estrutura.

Assim, o conselho para quem é servidor público, é que não espere sua competência ser reconhecida no sentido de resultados. Seus esforços devem ser voltados para sua influência sobre colegas e comunidade.

Estou desvalorizado no trabalho, mas e quando eu não tenho forças para sair?

O melhor é buscar ajuda, pois como dito, sua produtividade, em virtude do sentimento de desvalorizado no trabalho, cairá. Assim, você não se sentirá motivado a empenhar esforços para obter bons resultados e a situação só piorará.

Neste contexto, busque terapia para encontrar e reunir forças para romper com a situação atual. Não há nada de humilhante ou vergonhoso em reconhecer que tem dificuldades em tomar uma decisão assim.

O importante é dar um passo em direção a mudança, e um profissional pode ajudar no processo, respeitado seu tempo para refletir as mudanças que ocorrerão e toda sua bagagem de vida pessoal e profissional.

Deixe seu comentário e no acompanhe por aqui.

Leia também:

 

Comentários

LEIA TAMBÉM