Cultura organizacional de uma empresa: como mudar? Descubra!

por Elissandro Dias

A cultura organizacional de um empresa é um aspecto que, para muitos gestores, é intangível e difícil de controlar.

Além disso, a cultura organizacional está intimamente atrelada aos resultados de uma empresa, podendo ser a chave para o seu sucesso ou a razão do seu fracasso.

Nesse sentido, iremos abordar os aspectos importantes da cultura organizacional, seu impacto nos resultados de um negócio e como é possível os gestores mudarem a cultura de uma organização e usá-la a seu favor.

Leia também: Mix de marketing: dos 4 Ps para o novo 4 Cs de Philip Kotler.

 

Como se forma uma Cultura Organizacional?

Por mais minucioso que seja o planejamento de criação de uma empresa, existem processos que não se podem abranger no papel, tais como o cafezinho, as solicitações informais entre colegas e outros.

Além disso, uma empresa não é uma família feliz em que todos se dão bem. Na verdade, as empresas costuma ser um campo de batalha cheio de disputas por posições de poder.

Embora exista a competitividade, o trabalho do dia precisa ser concluído e não é possível manter-se empregado se a rivalidade destruir a empresa.

Por esse motivo, criam-se tréguas entre os funcionários e gestores, todos devem obedecem padrões estabelecidos para que todos possam executar suas tarefas.

Assim, conforme a organização vá se consolidando, seus membros encontram formas de simplificar alguns processos, criar tréguas entre-se e de não deixar o clima excessivamente formal.

Como resultado desse agregado, nasce a cultura organizacional de uma empresa!

O impacto da cultura organizacional na empresa

A grande maioria dos gestores acreditam que as tomadas de decisões em uma organização ocorrem de forma deliberada.

Este é o primeiro engano que deve ser corrigido. Na verdade, as decisões carregam uma grande influência da cultura organizacional da empresa.

As organizações, com o tempo, desenvolvem rotinas, hábitos que vão construindo a cultura organizacional, e esta passa a ditar as decisões da empresa com o passar do tempo.

Embora isso pareça ser ruim, os hábitos ou comportamentos organizacionais são cruciais para uma empresa, pois é por meio de sua existência que as empresas conseguem executar seu trabalho. 

Tais rotinas possibilitam que os funcionários possam tomar pequenas decisões sem ter que pedir permissão a todo momento.

Nesse sentindo, a questão principal é que as empresas devem buscar construir uma boa cultura organizacional. Bem como também precisam ser atentas ao impacto que influência da cultura organizacional possa ter sobre as decisões da empresa.

Para ilustrar, imaginemos uma empresa cuja cultura entre os colaboradores seja a de um rigoroso procedimento para obter uma informação de um departamento ou responsável.

Por mais que a formalidade tenha pontos positivos, diante de uma situação emergencial, tais formalidades podem obstruir uma tomada de decisão que nesta situação demanda celeridade.

Ou seja, um gestor deve incentivar a formalidade nos processos de uma empresa, pois ela é importante para manter a organização e as tréguas entre os colaboradores.

Porém, o gestor deve criar brechas nestes procedimentos considerando eventuais situações emergenciais que necessitarão de maior flexibilidade.

Como mudar o comportamento de uma empresa?

Alterar a cultura organizacional é uma tarefa bastante difícil, isso porque tal ação demanda mudanças nos hábitos da empresa. Todo ser humano, por mais benéfico que uma mudança aparente ser, tem uma involuntária resistência a novidades.

É que o cérebro humano cria os hábitos para facilitar a vida e, quando tentamos de algum modo altera-lo, é natural criarmos resistência.

Assim, muito provavelmente durante o processo de construção de novos comportamentos organizacionais, o time de colaboradores passará por um grande stress.

1º – Identifique e crie um hábito angular para a empresa.

Podemos dizer que dentre as opções que serão sugeridas, está é a que apresenta o melhor custo benefício.

Isso porque o objetivo de se criar um hábito angular em uma empresa é que, através de um único hábito implementado, uma cadeia de mudanças ocorre e toda a cultura organizacional é alterada.

Com isso, o stress da mudança do comportamento da organização é menor, uma vez que apenas um único habito é implementado para os seus efeitos se estenderem por toda cultura organizacional.

Antes de tudo, é importante entender como é a estrutura de um habito. Basicamente, um hábito é formado por uma deixa que aciona uma rotina que produz uma recompensa.

Para ilustrar, vamos imaginar o momento do cafezinho dos funcionários. Normalmente, a deixa é quando a copeira transita pelo prédio com as garrafas de café, neste momento, todos sabem que hora de fazer uma pausa e tomar o café (rotina), e a recompensa é o momento de descontração.

Da mesma forma, é possível desenvolver também um comportamento na cultura organizacional da empresa. Para isso, pense em um procedimento que possa implantar contendo os três elementos mencionados: deixa, rotina e recompensa.

Por exemplo: uma empresa que sofre com um ruído na comunicação entre os setores. Podemos concluir que o problema talvez seja um isolamento interno dos departamentos que dificulta que outros tenham conhecimento do que acontece em outros departamentos.

Neste caso, uma abordagem seria a implementação de um habito que exija a integração, comunicação e cooperação de todos os departamentos. Com isso, toda cultura organizacional pode ser beneficiada com o efeito do habito angular.

2º usando uma crise para mudar o comportamento organizacional

Uma crise, por mais ruim que seja, pode ser uma oportunidade para iniciar mudanças na cultura organizacional de uma empresa.Isso porque diante de uma crise, todos estão mais suscetíveis a novas tentativas de solução para os problemas.

Assim, apontar a existência de uma crise ou a eminencia dela, pode criar uma brecha para iniciar mudanças na empresa visando solucionar ou antecipar a crise.

Leia também: Cara, não seja mais desvalorizado no seu trabalho!

3º implantação de uma nova tecnologia

A implantação de uma nova tecnologia costuma desencadear uma série de mudanças em uma organização. Como exemplo, trazemos a implantação do Sistema Eletrônico de Informação (SEI) nos órgãos públicos do país.

Antigamente, poderíamos caracterizar as repartições públicas como lugares cheios de extensos armários com uma grande pilha de volumosos processos. Toda essa pilha de documentos era uma das causas não só do enorme desperdício de dinheiro público, bem como da lentidão no trâmite dos processos.

O SEI surgiu como solução para esse e diversos outros problemas relacionados. Com o SEI todos os documentos passaram a ser gerados eletronicamente, bem como os processos e assinaturas. 

Tarefas como protocolo, autuação de processos e envio de documentos por malotes foram dispensados. Como resultado, o novo sistema conferiu uma grande economia para os gastos públicos e tornou mais célere a tramitação dos processos.

A implantação do SEI causou uma transformação profunda na cultura organizacional dos órgãos públicos, desencadeando enormes mudanças nos procedimentos e na relação entre os servidores.

Portanto, novas tecnologias possuem esse efeito poderoso na cultura organizacional, pois elas demandam que os colaboradores empreguem um grande esforço para se adaptarem a nova dinâmica organizacional da empresa.

4º mudança nas políticas da empresa

Alterar as políticas ou normas de uma empresa pode apresentar mudanças na cultura organizacional. Porém, se a gestão continua a mesma, dificilmente o time de colaboradores vai levar a sério a mudança.

Isso porque, quando a gestão continua a mesma, a própria apresenta dificuldades em se adaptar as novas políticas, e se não houver um comprometimento com as mudanças impostas, tudo voltará a ser o que foi antes.

Para dar certo, é necessário que exista rigor no cumprimento das novas políticas, incluindo a devida correção quando violadas. Contudo, essa costuma ser umas das formas mais desgastantes para a empresa.

5º mudança na gestão da empresa

Reconhecer que é hora de sair de campo e dar lugar para outro pode ser a solução para a mudança na cultura organizacional de uma empresa.

Muitas vezes um enorme desgaste já ocorreu na empresa em busca de mudanças na sua cultura, porém sem sucesso. Este desgaste produz insatisfação e falta de cooperação no time. Nesse caso, o melhor é sair e dar lugar para uma nova forma de gestão.

Assim, uma nova gestão simbolizará um novo jeito de trabalhar em uma empresa, o que também demandará obrigatoriamente que todos se adaptem a nova maneira de trabalhar.

Infográfico cultura organizacional aveli.com.br

Comentários

LEIA TAMBÉM