Como criar nome de empresa disponível para registro

Como criar nome de empresa

Criar um bom nome de empresa não é uma tarefa nada simples. Ainda mais diante de tanta concorrência, o que acaba por reduzir as boas opções disponíveis.

Neste sentido, equilibrar ambos os objetivos demandam alguns cuidados. Confira a seguir quais são eles.

O que você aprenderá neste post:

  1. Métodos para criar nome de empresa;
  2. Como verificar a disponibilidade do nome para registro da marca;
  3. Como divulgar a marca do negócio;

Como criar nome de empresa

O primeiro passo é você criará uma lista de nomes. Ela será útil para verificar a disponibilidade da marca, dado que outro negócio pode já estar usando o nome.

Uma boa dica é criar um nome de empresa inspirando-se em objetos, ou símbolos que de alguma forma representem o seu negócio.

Dessa forma, crie uma lista de objetos e outra contendo expressões relacionadas ao seu negócio. Depois é só começar a unir as palavras.

Exemplos de negócios ao criarem suas marcas.

A Microsoft, por exemplo, deu ao seu sistema operacional o nome de Windows, que em português significa Janela. Ou seja, uma referência ao layout do sistema.

Já o nome Nubank foi definido na terceira tentativa. A primeira foi  EOS, mas ele já estava registrado, a segunda, EO2, no entanto, não foi bem recebida.

Sendo assim, os seus idealizadores combinaram a palavra Nu, que vem de sem roupas, pelado mesmo, com bank, que é banco em inglês.

Estratégia das siglas

Você também pode usar siglas para definir um nome para o seu negócio. A sigla é uma combinação das primeiras letras de um conjunto de nomes.  Por exemplo, as letras iniciais dos nomes dos sócios pode ser uma boa alternativa.

GM por exemplo representa as palavras “General Motors”. Já a P&G representa o nome “Procter & Gamble Company”.

Nas siglas, o nome é pronunciado letra por letra.

Estratégias do acrônimo

Neste caso, você cria um nome que será pronunciado de forma silábica, como uma palavra normal. Um exemplo é a Ambev, acrônimo de Anheuser-Busch Inbev.

Geradores de Siglas e Acrônimos

Existem sites que possuem geradores de nomes, siglas e acrônimos para negócios. Essa é uma forma rápida de criar nomes sem dor de cabeça.

Como saber se o nome está ou não disponível?

Após definir uma lista de nomes, o próximo passo será verificar a disponibilidade do nome no INPI – Instituto de Propriedade Industrial.

Mesmo que não tenha planos de registrar sua marca em curto prazo, é importante verificar se o nome está disponível para uso. Dessa forma, você evitará problemas quando decidir registrar a marca.

É aconselhável registrar a marca o quanto antes, pois os prejuízos de alterar o nome de uma marca podem ser devastadores para o negócio.

Entre no site do INPI e digite o nome da sua marca e o número da classe que pode ser encontrado nesta lista. Faça uma busca por palavras exatas e radical.

Verifique os resultados. Caso encontre o mesmo nome ou semelhante, o ideal é rejeitar o nome, uma vez que o INPI pode considerar que a marca já existe ou há uma sobreposição no nome.

Caso encontre o seguinte resultado, considere que o nome está disponível:

Nome de empresa

Como saber se vão gostar ou não do nome da minha marca?

Nesta última etapa, você buscará descobrir se o nome ganhará a simpatia do seu público. Para isso, é importante que o nome seja de fácil pronúncia, criativo e autêntico.

Não se limite a opinião dos amigos e familiares, uma vez que a relação com você pode comprometer a análise crítica do nome.

Você poderá buscar outras opiniões realizando uma pesquisa anônima, restrita a um grupo que possua similaridade com o seu público.

Busque descobrir a opinião do grupo sobre aspectos do nome, como a pronúncia, a criatividade e autenticidade.

Se o resultado for positivo, parabéns! Você tem um nome para a marca do seu negócio.

Depois disso, é só focar em como lançar o seu negócio.

Até a próxima…

Comentários

Leia Mais
fazer concurso ou abrir uma empresa
O que é melhor, fazer concurso ou abrir uma empresa? Descubra!