Descubra 5 investimentos para o seu 2020

por Daniel Rodrigues Martins

Tipos de investimentos

Com o avanço das mídias sociais digitais e a criação de conteúdo acerca da Educação Financeira, muitos brasileiros têm voltados os olhares para os investimentos.

Entretanto, ainda há muito a ser discutido, o ano de 2020 se inicia e existem muitos brasileiros se perguntado, quais investimentos posso fazer neste ano?

Trouxemos 5 investimentos que podem ajudar você a começar 2020 de maneira positiva financeiramente:

  1. LCs e CDBs LCs (Letras de Câmbio) e CDBs (Certificado de Depósito Bancário) são investimentos de renda fixa que apresentam baixíssimos riscos e conta com garantia do FGC (Fundo Garantidor de Créditos). Este é um investimento de Renda Fixa.
  2. Tesouro Direto: São ativos da dívida soberana do Brasil, aos quais são garantidos pelo governo federal. Este é um investimento de Renda Fixa.
  3. FIIs: Fundo de investimento Imobiliários é a reunião de diversos investidores em algum ativo imobiliário, portanto são investimentos coletivos, por não apresentar garantia FGC, sua segurança está condicionada a administradora do fundo. Este é um investimento de Renda Variável.
  4. Ações: São frações de empresas Sociedade Anônima, com capital aberto em bolsa de valores aos quais estão disponíveis para compra e venda mediados por uma corretora. Este é um investimento de Renda Variável.
  5. Criptomoedas: São moedas digitais, disponíveis e criptografadas sob tecnologia de blockchain. Este é um investimento de Renda Variável.

Quais investimentos devo fazer?

Essa é uma indagação que muitos se fazem quando pensam em investimentos. Por isso a ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais) criou 3 perfis de investidores, considerando os objetivos, capacidade de investimentos, conhecimento e propensão aos riscos, são eles:

Conservador

É aquele que prefere não correr riscos na valorização do dinheiro que decidiu aplicar.

Ele pode ter planos definidos para o uso de seus recursos, como comprar sua casa própria, ou apenas escolher esse tipo de investimento por eles terem uma remuneração confortável, mas sem grandes riscos ou regras complexas de serem entendidas e acompanhadas.

É como escolher uma estrada tranquila, mesmo que ela seja mais longa. Investimento recomendado: LCs, CDBs e/ou Tesouro Direto.

Moderado

É aquele que aplica uma parte dos seus recursos em investimentos com menor liquidez entendendo que os retornos financeiros nessas modalidades vêm a médio e longo prazo e que, por isso, elas apresentam um grau de risco médio em suas variações.

Normalmente, como parte de sua estratégia, também aplica outro montante em investimentos conservadores, garantindo liquidez para um resgate rápido e uma boa diversificação, que é a variação dos indicadores que definem o quanto uma aplicação deve render.

Uma viagem moderada é aquela que alterna os caminhos e transportes, ora mais rápidos, ora mais tranquilos.  Investimento recomendado: LCs, CDBs, Tesouro Direto e/ou FIIs.

Arrojado

É aquele investidor que aceita com tranquilidade os riscos de variação em seus rendimentos ou até mesmo alterações em seu capital investido inicialmente.

Isso porque ele acredita que a longo prazo todas as movimentações trarão resultados positivos ou, pelo menos, de reequilíbrio.

Ou seja, o investidor arrojado compreende que as variações fazem parte daquele tipo de investimento.

Por isso, ele segue uma estratégia para trazer segurança a sua situação financeira, como também diversificar suas aplicações equilibrando com as moderadas e as conservadoras.

O investidor arrojado também não precisará do dinheiro aplicado imediatamente e pode aguardar o melhor momento para resgatá-lo de acordo com os ganhos.

Investimento recomendado: Tesouro Direto, FIIs, ações e/ou Criptomoedas.

Salientamos que existem vários outros tipos de investimento, entretanto esses são os mais divulgados.

Antes de fazer seus investimentos, pesquise uma corretora (elas geralmente têm taxas mais atrativas que bancos), existem corretoras com isenção de taxas de corretagem.

Defina seu perfil, trace um objeto, abra a conta em alguma Corretora, e faça seus aportes.

O importante é que você comece a investir!

Comentários

LEIA TAMBÉM

Siga-nos nas Mídias Socias

Usamos cookies para lhe proporcionar a melhor experiência online. Ao concordar, você aceita o uso de cookies de acordo com nossa política de cookies.